Falsa advogada vendeu lotes e causou mais de 1 milhão de reais em prejuízo às vítimas

Falsa advogada foi preso nessa quinta-feira (23) em Sumaré-SP. Ela é alvo de pelo menos oito inquéritos policiais por venda falsa de terrenos nas cidades de Monte Mor e Sumaré-SP. Segundo o Delegado Marcelo Mareschi, responsável pela investigação, a falsa advogada é suspeita de ter aplicado 15 golpes.

Ela anunciava os terrenos pela internet e quando o interessado entrava em contato com ela, a mulher se apresentava como advogada e de firmava contrato de compra e venda com a desculpa de que tinha o contrato de gaveta. Logo em seguida, as vítimas fazia o pagamento dos lotes diretamente na conta dela.

Todos os trâmites eram realizados por um escritório de advogacia e por isso as vítimas acreditavam de fato que estavam comprando os lotes legalmente. Só depois que iam aos lotes e começavam a construir e tentavam registar a matrícula em cartório que descobriam que tinham caído em golpe.

Comentários via Facebook