Motoristas de ônibus de Campinas fazem paralisação após assassinato de presidente do sindicato

Mais de metade das linhas do transporte público de Campinas foram paralizadas na manhã de hoje (27) em protesto ao assassinato do presidente do Sindicato dos Rodoviários com um tiro na nuca. Nilton Aparecido de Maria deixava sua residência na manhã de ontem (26) quando foi baleado e morto.

A Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) informou que 110 linhas estão paralisadas devido ao protesto – o número corresponde a mais do total de linhas da cidade. A Avenida João Jorge, na região central de Campinas foi bloqueada pelos manifestantes, obrigando diversos passageiros a seguir a pé.

O SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) informou que as três garagens paralisadas devem afetar cerca de 76 mil passageiros que dependem do transporte público para se locomover.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Foto: Divulgação/Emdec

Comentários via Facebook