Campinas registra 93,17% de ocupação de leitos de UTI para pacientes com síndrome respiratória

O município de Campinas conta, segundo dados do Boletim Epidemiológico, com 161 leitos de UTI exclusivos para pacientes com SRAG (Síndromes Respiratórias Agudas Graves) nas redes pública e particular de saúde, nesta segunda-feira, 31 de janeiro.

Do total de leitos, 150 estão ocupados, o que corresponde a 93,17%. Há 11 leitos livres nas redes municipal e privada.

Nesta segunda-feira, 97 pacientes adultos com covid-19 estão internados em UTI e 204 em enfermaria. Há 14 pacientes aguardando leito de UTI Covid; todos estão sendo assistidos em leitos de retaguarda com estrutura adequada. Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal – 50 leitos, dos quais 50 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leitos livres.

SUS Estadual – 23 leitos, dos quais 23 estão ocupados, o que equivale a 100%. Não há leitos livres.

Particular – 88 leitos, dos quais 77 estão ocupados, o que equivale a 87,5%. Há 11 leitos livres.

Foto e texto: Prefeitura de Campinas

Comentários via Facebook