COVID-19: crianças até 11 anos precisarão apresentar comprovante vacinal completo às escolas a partir de abril

A partir de abril deste ano, pais e responsáveis por crianças entre seis e 11 anos de idade, já vacinadas com duas doses contra o Coronavírus, precisam apresentar às escolas da rede municipal o comprovante do esquema vacinal completo contra a Covid-19 ou atestado médico que evidencie a contraindicação à vacina. Quem perdeu a carteirinha onde foram anotadas estas informações pode solicitar atestado de vacinação na UBS (Unidade Básica de Saúde) onde houve a imunização ou buscar o comprovante no site do ConectSus, do Governo Federal (https://conectesus-paciente.saude.gov.br/menu/home-default), ou do Poupatempo, do Governo de São Paulo (https://www.poupatempo.sp.gov.br/). 

A falta de apresentação do comprovante de vacinação não impedirá o aluno de frequentar a escola ou realizar matrícula ou rematrícula. No entanto, familiares ou responsáveis precisam informar à escola sobre isso, dentro de prazo máximo de 60 dias, sob a pena de comunicação ao Conselho Tutelar, ao Ministério Público e às autoridades sanitárias, para as providências cabíveis. A medida está prevista na Portaria SMECT (Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia) 03/2022, publicada na edição 1441 do Diário Oficial Eletrônico do Município, no dia 11 de fevereiro, que pode ser consultada neste link: https://publicacoesmunicipais.com.br:8443/api/acts/hortolandia/1441.

Para facilitar o acesso das crianças até 11 anos à vacina, a Prefeitura de Hortolândia realiza até este sábado (19/03), o mutirão da vacinação com a CoronaVac nas escolas municipais. É a ação “Turminha Sabida”, que reúne profissionais da Saúde e da Educação. O objetivo é beneficiar tanto as crianças com retorno marcado para tomar a dose dois nesta semana, quanto as que faltaram no dia agendado em UBS (Unidade Básica de Saúde) ou em escolas municipais. Não é necessário agendar previamente, nem trazer pai ou mãe no dia da vacina, somente um responsável pela criança.

A preocupação com os que ainda não completaram o esquema vacinal se dá porque, até esta terça-feira (15/03), ainda eram contabilizados 865 faltosos para a aplicação da segunda dose contra a Covid-19 nas escolas. Somadas estas faltas às verificadas nas unidades de saúde, o número sobe para mais de duas mil crianças em atraso. Segundo a Secretaria de Saúde, até o momento, 76,42% das crianças entre cinco e 11 anos haviam tomado a primeira dose da vacina contra o Coronavírus. 

“Estas crianças que só receberam a primeira dose da Coronavac ficam mais vulneráveis. Os níveis de proteção não serão mantidos, pois falta a dose de reforço. Correm o risco de afastamento da escola, se tiver algum caso de contaminação pelo vírus em sala de aula. Esta criança faltosa poderá se vacinar onde a vacina for disponibilizada naquele dia, inclusive nos dois sábados de mutirão nas escolas”, esclarece a enfermeira Ana Paula Fernandes, coordenadora do programa de imunização da Secretaria de Saúde.

Nesta quinta-feira (17/03), a imunização será nas Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) Armelinda Espúrio da Silva, localizada na Av. João Coelho, 10, no Jardim Nossa Senhora. de Fatima; e na Dona Ana José Bodini Januário, que fica na Av. Santana, 999, no Jardim Amanda.

“A rede Municipal de Educação de Hortolândia vem empenhando os esforços necessários para o sucesso da campanha de vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra o Coronavírus, numa ação conjunta com a Secretaria de Saúde. Realizamos a aplicação da primeira dose e atingimos resultados muito positivos, e assim, proporcionando mais agilidade na campanha de vacinação, em um ambiente conhecido e acolhedor para as crianças. Agora, a nossa expectativa é de que os pais ou responsáveis retornem com as crianças para a aplicação da segunda dose”, afirma o secretário-adjunto de Educação, Ciência Tecnologia, Renato Muccillo.

Vacinação itinerante

No dia da vacinação da segunda dose, a criança poderá estar acompanhada por adulto que não seja pai, mãe ou responsável, uma vez que o responsável já havia autorizado a vacina na primeira dose. A criança precisa apresentar à equipe CPF, a carteirinha de vacinação da primeira dose e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde). É fundamental que seja respeitada a data de aplicação da dose dois da Coronavac, anotada na carteirinha da criança, 28 dias após a primeira dose. 

O calendário completo da vacinação nas escolas está publicado abaixo. Cada escola da rede enviará mensagem aos pais e responsáveis, informando horário e local de vacinação.

Crianças neste segmento que ainda não receberam a primeira dose devem procurar as UBSs da cidade. Para saber qual a unidade que atende a cada dia, clique neste link: http://coronavirus.hortolandia.sp.gov.br/index.php/vacinacao-contra-o-coronavirus/.

 

Confira as unidades da rede municipal onde haverá “vacinação nas escolas”:

quinta-feira, 17/03 – 

Emef Armelinda Espúrio da Silva

Emef Dona Ana José Bodini Januário 

sexta-feira, 18/03 – 

Emef Taquara Branca Agenor Miranda da Silva

Emef José Roque de Moura- Jd. Boa Esperança

sábado, 19/03 – 

Emef Jd. Amanda-CAIC

Emef Caio Fernando Gomes Pereira

Imagem e informações: Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook