Campinas começa a vacinar pessoas com mais de 80 com a 4ª dose

O intervalo entre a 1ª e a 2ª dose adicional deve ser de quatro meses, ou 122 dias. Não há necessidade de agendamento

A Prefeitura de Campinas iniciou nesta segunda-feira, 21 de março, a aplicação da segunda dose adicional (quarta dose) da vacina contra a covid-19 para as pessoas com mais de 80 anos de idade. O intervalo entre a primeira dose adicional e a segunda deve ser de quatro meses, ou 122 dias. Não há necessidade de agendamento.
 
A Secretaria de Saúde do município informa que 26.800 pessoas estão aptas a tomar a segunda dose adicional. Até o dia 31 de março, 64 unidades de saúde aplicarão a vacina sem agendamento. A relação das unidades e horários de atendimento está disponível no link: https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacina-sem-agendamento .
 
O secretário municipal de Saúde Lair Zambon afirma que a decisão de aplicar a quarta dose nos idosos é extremamente importante. Segundo ele, com base nos dados deste ano, relativos à ômicron, as pessoas idosas e as que têm comorbidades foram as que mais apresentaram casos graves e que evoluíram para óbito. “Portanto, vejo com bons olhos e como uma medida inteligente a quarta dose neste grupo populacional. Trata-se de uma decisão muito feliz no sentido de evitar a mortalidade alta neste grupo”, disse o secretário.
 
Sem agendamento
 
A vacinação em demanda espontânea, sem necessidade de agendamento, vale para todos os públicos: crianças, adolescentes e adultos, para receber a 1ª dose, a 2ª dose, a dose adicional e, agora, a 2ª dose adicional para pessoas com mais de 80 anos de idade ou com alto grau de imunossupressão, além da dose adicional para viajante ao exterior.
 
Intensificação da vacinação
 
No último sábado, 19 de março, na 8ª edição do Dia D de vacinação contra a covid-19, a Secretaria de Saúde aplicou 7.579 vacinas no município. Deste total, 4.894 doses foram aplicadas em crianças de 5 a 11 anos; 2.456 doses adicionais e as demais em adolescentes. Para este Dia D, foram disponibilizadas 7.800 doses.
 
A Secretaria de Saúde ressalta que é muito importante que todas as pessoas completem o esquema vacinal porque somente assim é possível reduzir o risco de casos graves e de mortes pelo coronavírus.
Comentários via Facebook