Hortolândia registra abertura de 522 empresas novas por MEIs desde início do ano

De acordo com a Casa do Empreendedor, MEIs representam 70% das aberturas de novas empresas na cidade

O empreendedorismo está contribuindo expressivamente na retomada econômica de Hortolândia. Prova disso é que a Casa do Empreendedor, órgão da Prefeitura, registrou de janeiro até o início deste mês a abertura de 522 empresas. De acordo com o órgão, cerca de 70% das aberturas foram feitas por Microempreendedores Individuais (MEIs). 

Outro dado importante destacado pelo órgão é a abertura de Inscrição Municipal. De janeiro até o início deste mês, o órgão fez 672 inscrições. Inscrição Municipal é o número de identificação de pessoas jurídicas no cadastro tributário da Prefeitura. Para o órgão, o aumento das inscrições é outro indicativo que comprova a retomada econômica no município, uma vez que as empresas precisam da inscrição para emitir notal fiscal.

Ainda de acordo com a Casa do Empreendedor, os MEIs que mais fizeram abertura de empresa são dos ramos de transporte de carga (foto) e de alimentação. O órgão também tem registrado grande procura de abertura de empresa por MEIs autônomos. Esse é o caso de Angelica Cristina Jesus de Souza, que se formalizou para atuar como motorista de táxi, e assim poder emitir nota de serviço para seus clientes. 

A motorista conta ter ficado surpresa com o atendimento do órgão. “Eu já havia procurado contadores, que me disseram que iriam cobrar para fazer a abertura de empresa. Aí, então eu soube que a Casa do Empreendedor da Prefeitura faz esse serviço gratuitamente. Fiquei feliz porque consegui resolver isso em 10, 15 minutos, e sem custo nenhum”, destaca a motorista. 

Após ter ficado parada na pandemia em virtude das restrições sanitárias, Angelica comemora por estar conseguindo retomar suas atividades neste ano. “A situação já melhorou muito. A procura pelo meu serviço está aumentando”, destaca a motorista. 

CONFIANÇA

Ser MEI formalizado é importante para poder receber pagamentos. Por esse motivo que o instalador Luan Bispo também fez a abertura de empresa na Casa do Empreendedor. “Ao fazer a formalização, posso emitir nota fiscal. A maioria dos clientes que eu atendo são grandes empresas da cidade e da região. E elas só fazem pagamentos com nota fiscal”, salienta o autônomo, que trabalha com instalação de acessórios e reparos elétricos de caminhões.

Luan ressalta que a pandemia não afetou seu trabalho. “Pelo contrário, foi a época que não faltou serviço. Tive até que contratar dois funcionários para me ajudar”, conta o instalador. 

A formalização é importante também para transmitir confiança aos clientes e mostrar que a empresa é idônea e faz um trabalho sério. Foi isso que motivou a decoradora de festas Estela Gasque a abrir sua empresa na Casa do Empreendedor. 

Após sair da empresa onde trabalhava, a autonôma começou a atuar no setor de decoração de festas. “Comecei a trabalhar junto com meu marido, que já atuava no ramo de aluguel de móveis para festas. Hoje, na empresa somos eu, ele e o nosso filho”, conta Estela. 

Com o aumento da demanda pelo seu serviço, Estela percebeu que era a hora de formalizar a empresa. “Ser formalizado é importante para passar mais confiança aos clientes. Fiz a abertura de empresa também por causa do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), que é algo que não dá para deixar de pagar. Sobre isso, a equipe da Casa do Empreendedor nos deu várias orientações”, elogia Estela. A formalização também é importante para o futuro da empresa. “Queremos melhorar vários pontos da nossa empresa, e com isso podermos fazer investimentos para o negócio crescer”, salienta a decoradora.  

APOIO AO EMPREENDEDOR

A Casa do Empreendedor é um dos órgãos da Prefeitura que oferece apoio e orientação para quem quer começar ou já tem negócio ou empresa. O órgão também realiza serviços gratuitos para empreendedores, tais como abertura de empresa, de Inscrição Municipal, Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), também conhecida como Declaração Anual de Faturamento, entre outros. O órgão fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. De janeiro até o início deste mês, o órgão realizou um total de 8.406 serviços prestados para empreendedores. 

A Prefeitura ainda oferece mais serviços, orientação e capacitação para os empreendedores da cidade por meio de outros dois órgãos, Banco do Povo e Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) Aqui, ambos também derntro do HORTOFÁCIL. 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, João Pereira da Silva, ressalta que os empreendedores têm uma importância significativa para a economia do município, com consequente geração de emprego e renda. Por isso é fundamental que a Prefeitura ofereça apoio para eles neste momento de retomada econômica. 

“Esses números registrados já desde o início deste ano pela Casa do Empreendedor são muito importantes. Mostram que o empreendedorismo já começou a dar sinais positivos de recuperação, o que é muito alentador para a economia do município. Temos percebido que muitas pessoas que foram prejudicadas ou perderam empregos durante a pandemia não desanimaram. Com criatividade e força de vontade, elas estão se virando e começando outras atividades. Por isso é importante a Prefeitura oferecer apoio para essas pessoas, bem como aos empreendedores já estabelecidos, para que todos consigam prosperar em seus negócios e empresas. O apoio e o fomento da Prefeitura para os empreendedores gera benefícios para o próprio município. Além da Casa do Empreendedor, por meio de outros dois órgãos, Banco do Povo e Sebrae Aqui, a Prefeitura oferece um rol bastante completo e variado de serviços, tais como orientação, empréstimo de recursos financeiros, atividades de capacitação, entre outros, para que os empreendedores da cidade consigam expandir e fazer investimentos de suas atividades e empresas”, salienta o secretário João Pereira da Silva.

Comentários via Facebook