Com 33,1 milhões de famintos, demanda pelo Auxílio Brasil explode e gera fila

Com um aumento de 14 milhões no número de brasileiros que não têm o que comer no Brasil – totalizando 33,1 milhões de pessoas, a fila para receber o Auxílio Brasil chega a 2,78 milhões de pessoas. Ou seja, apesar da demanda de pessoas com perfil para receber o benefício, faltam investimentos para suprir a necessidade desta população.

Os cadastramentos para participar do programa social são realizados nos CRAS (Centros de Referência e Assistência Social), diretamente nos municípios. O aumento da pobreza da população também vêm preocupando os governos locais.

O Estadão buscou informações juntamente ao Ministério da Cidadania, que é o responsável pela gestão do Auxílio Brasil. Entretanto, de acordo com a reportagem, a pasta não forneceu os dados necessários para o acompanhamento da situação – informações essas que deveriam ser públicas.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Reprodução/Programa Auxílio Brasil

 

 

Comentários via Facebook