Hortolândia amplia vacinação contra Influenza para população em geral

Prefeitura realiza a imunização das 8h às 15h30 nas UBSs 

Se você quer se imunizar contra a gripe, fique atento! A Prefeitura de Hortolândia amplia a campanha de vacinação contra a Influenza para a população em geral, nesta quarta-feira (22/06). O município segue a determinação do governo do Estado em razão da baixa cobertura vacinal verificada até o momento na campanha deste ano. A vacinação acontece das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas onde é feita a vacinação contra a COVID-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, a população deve apresentar documento com foto para receber a vacina contra a Influenza. 

A Secretaria de Saúde ainda salienta que crianças com até 11 anos que tenham recebido a vacina contra a COVID-19 devem aguardar o intervalo de 15 dias para receber a imunização contra a gripe.

A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para os moradores que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro das unidades de saúde durante a vacinação. 

A vacinação contra Influenza continua para os públicos-alvos já definidos pela campanha: caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; forças de segurança, de salvamento e armadas; funcionários do sistema prisional; pessoas privadas de liberdade; profissionais das redes pública e particular de Educação; pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos; crianças de seis meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas; idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem receber a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde devem apresentar documento que comprove sua atuação nas áreas.

Comentários via Facebook