Trabalho escravo: 25 bolivianos são resgatados em oficina de costura de Indaiatuba

A Polícia Rodoviária Federal, em ação conjunta com o MPT (Ministério Público do Trabalho) e com a Defensoria Pública da União participaram de uma operação de resgate a 25 bolivianos que trabalhavam em condições análogas à escravidão.

Os trabalhadores permaneciam em condições impróprias de trabalho e alojamento, trabalhando mais de 13h diárias sem registro em carteira ou contrato de trabalho. Segundo informações, eles recebiam R$ 0,65 por peça de roupa costurada.

Além da falta de higiene, a oficina e os alojamentos não atendiam às normas de segurança e representavam um alto risco de incêndio, mesmo sem haver extintores disponíveis para uso.

Apesar do flagrante, os trabalhadores optaram por permanecer no local. O empregador, que também é boliviano, informou prestar serviços a um comerciante de São Paulo. A oficina passará por adequações de segurança e higiene para permanecer funcionando, bem como realizar o registro dos trabalhadores e não extrapolar o limite de horas da jornada de trabalho.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Divulgação/MPT

Comentários via Facebook