Polícia investiga possível envenenamento de adolescente de Sumaré

A Polícia Civil está investigando a possibilidade de a morte da adolescente Júlia Taiane Semião Carvalho, de 16 anos, ter sido provocada por envenenamento. Ela residia no bairro Matão, em Sumaré, e passou mal enquanto estava na casa da ex-namorada, em Guarulhos.

A jovem sentia fortes dores abdominais e foi levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) São Pedro, ainda em Guarulhos. Ela não resistiu à condição e o óbito foi confirmado no dia seguinte, porém como “causa desconhecida”. Um dos médicos da UPA teria recomendado à mãe que registrasse um Boletim de Ocorrência devido a algumas substâncias não usuais presentes nos exames da adolescente.

Apesar de estar separada há um mês, ela foi convidada a passar uma semana na casa da ex-namorada. De acordo com informações, ela teria passado mal após consumir um doce. A jovem foi sepultada nesta terça-feira (19), no Cemitério da Saudade, em Sumaré.

Uma das suspeitas da família é que a jovem tenha sido envenenada. A Polícia Civil ainda aguarda o resultado de um exame toxicológico para prosseguir com as investigações. O prazo para os resultados dos exames são de 30 dias.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Comentários via Facebook