Hortolândia começa implantação do serviço de telemedicina

Hortolândia é um dos municípios da região que entra na vanguarda tecnológica. Para oferecer um atendimento de saúde cada vez melhor para a população, a Prefeitura implanta a telemedicina. O novo serviço começou a funcionar, em caráter experimental, nesta sexta-feira (22/07). O prefeito José Nazareno Zezé Gomes acompanhou o início da implantação do novo serviço, na sala do Paço Municipal, sede da Prefeitura, onde os profissionais atendem os pacientes de maneira remota.

A telemedicina traz benefícios para os pacientes, que passam a receber atendimento com maior rapidez, evitando custos de deslocamento, além de proporcionar economia de tempo. Para o município, o novo serviço também representa economia de recursos materiais e financeiros, e otimiza o trabalho dos profissionais de saúde. A telemedicina também ajudará a desafogar o atendimento presencial na rede municipal de saúde.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a telemedicina é um serviço on-line de atendimento e realização de consultas para pacientes da rede municipal. Para isso, o paciente precisa ter acesso à um celular ou computador, com sistema de câmeras e áudio, tanto microfones quanto autofalantes, ou fones. Por meio de um link oferecido pela unidade de saúde, o paciente será atendido por um profissional para avaliar resultados de exames ou dar orientações em saúde. Nessa fase de implantação, que deve durar entre dois a quatro meses, o serviço funciona em caráter experimental. Durante esse período, será observado o funcionamento do serviço, com a realização dos ajustes e correções que forem necessários.

Por enquanto, o serviço é oferecido uma vez por semana, às sextas-feiras, das 8h às 12h, para pacientes da UBS (Unidade Básica de Saúde) Santa Clara. De acordo com a Secretaria de Saúde, a unidade é a que registra maior demanda de atendimentos da rede municipal de saúde. Nesse período de implantação, o serviço atenderá pacientes que já passaram por uma primeira consulta presencial na unidade. As consultas remotas serão, portanto, as de retorno.

Nesta sexta-feira, foram atendidos cinco pacientes. A primeira pessoa a ser atendida pela telemedicina foi a cozinheira Sabrina Rodrigues de Barros, de 37 anos. A paciente elogia o novo serviço. “A consulta foi tranquila e rápida. No começo, a gente fica meio perdida. Fui bem atendida e orientada pela médica. Marquei os exames que tenho que fazer. Esse novo serviço vai ajudar e facilitar a vida de muitas outras pessoas”, destaca a paciente.

O prefeito Zezé Gomes destaca que o novo serviço é uma importante conquista tecnológica que beneficia a população do município. “A telemedicina é um sonho de todas as pessoas da cidade que se torna realidade. Por meio desse novo serviço, as pessoas vão poder fazer consultas com maior rapidez e fluidez. O serviço também oferece maior precisão no atendimento, pois os pacientes poderão levar e apresentar os exames na hora e de forma digital para o médico. O serviço está em um momento de adaptação, em que vamos aprender como ele funciona. É uma ferramentta que estará disponível para todos em breve, oferecerendo um melhor atendimento. Hortolândia vai estar na vanguarda tecnológica com a telemedicina”, destaca Zezé Gomes.

De acordo com a Secretaria de Saúde, após a fase de testes, a previsão é que o novo sistema seja disponibilizado gradativamente para todos os pacientes atendidos pela rede municipal de saúde.

Imagem e informações: Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook