SP forma 616 novos policiais penais

Agentes vão contribuir para o aumento da segurança nos presídios de SP

O Governo de São Paulo promoveu nesta segunda-feira (29), em São Paulo, a formatura de 616 policiais penais. Na ocasião, foram entregues os certificados de conclusão do Curso de Formação Técnico Profissional para os novos servidores, que trabalharão internamente na segurança e disciplina das unidades prisionais do Estado de São Paulo. Na turma, há formandos de outras regiões do Brasil, como Bahia, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Goiás.

“Em menos de 5 meses foi promulgado o concurso, foi preparada a turma e estamos aqui mostrando que São Paulo não tem tempo para parar, não tem tempo para perder”, disse Marcos Penido, secretário de Governo.

O curso foi ministrado na Escola de Administração Penitenciária e teve a duração de 386 horas-aula. Entre as disciplinas ensinadas estão Prática do Serviço Penitenciário, Prevenção e Combate a Incêndio, Socorrismo, Defesa Pessoal e Imobilização, Direitos Humanos e Ética, Relações Humanas no Trabalho, Reintegração Social, Saúde no Sistema Prisional e Gerenciamento de Crise.

“Será um grande ganho para o sistema penitenciário paulista. Além da garantia da ordem e da disciplina nos presídios, também trarão tranquilidade para toda a população. Trata-se de um investimento de grande importância feito pelo Governo do Estado de São Paulo”, afirmou o Coronel Nivaldo Restivo, secretário de Administração Penitenciária.

Reforço na SAP

Nos últimos três meses, o governador Rodrigo Garcia autorizou o provimento de 1,1 mil cargos de Agentes de Segurança Penitenciária, 1,5 mil de Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária e 416 cargos da área de saúde e administrativa, resultando em mais de 3,1 mil novas contratações para o quadro de servidores da pasta.

Comentários via Facebook