Cerimônia no Paço Municipal abre Semana da Pátria nesta quinta-feira

A Prefeitura de Campinas inicia nesta quinta-feira, dia 1º de setembro, as comemorações da Semana da Pátria, que tem o tema “200 Anos de Independência”. As celebrações começam com ato solene de hasteamento das bandeiras do Brasil, do Estado de São Paulo e de Campinas, às 8h, no Arruamento do Paço. Como parte da programação, o tradicional desfile de 7 de Setembro volta, depois de dois anos, a ser realizado na Avenida Francisco Glicério.
 
 
Amanhã, a abertura da Semana da Pátria contará com a presença do prefeito Dário Saadi, de autoridades do Exército, do comando da 11ª Brigada de Infantaria Mecanizada, de secretários municipais e representantes da Câmara Municipal.
 
 
A banda da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Espcex) executará os hinos Nacional e da Independência. Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental “Violeta Dória Lins”, localizada na Vila Rica, cantarão os hinos.
 
 
Também no Paço Municipal, será apresentada uma cenografia especial, alusiva ao Bicentenário da Independência. Das 8h30 às 17h, haverá uma exposição de viaturas blindadas e armamentos no arruamento do Paço, promovida pela 11ª Brigada de Infantaria Mecanizada. A mostra é interativa e aberta ao público.
 
 
A Semana da Pátria é uma parceria da Prefeitura, por meio das secretarias de Cultura e Turismo, de Educação, de Desenvolvimento Econômico e Tecnologia e Inovação, Serviços Públicos, Emdec, Setec, Sanasa, Administração do Paço com o Exército, a Escola de Cadetes, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, a Defesa Civil, CPFL, escolas públicas e particulares e outras entidades representativas da sociedade civil.
 
 
Desfile
 
 
O tradicional desfile cívico-militar de 7 de Setembro trará novidades neste ano por conta dos 200 Anos de Independência. O evento será na avenida Francisco Glicério, que estará decorada em toda extensão com enfeites alusivos ao bicentenário. A abertura acontecerá Largo do Rosário, às 8h, com o hasteamento das bandeiras do Brasil, do Estado de São Paulo e de Campinas.
 
 
Neste ano, participam do desfile 5.200 integrantes de 48 corporações, entre as quais o Exército, a Escola de Cadetes, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, a Defesa Civil, escolas públicas e particulares e outras entidades representativas da sociedade civil. São esperadas 20 mil pessoas para assistir ao desfile.
 
 
Em seguida, os participantes começam o desfile a partir do Largo do Pará e descem a Avenida Francisco Glicério até o entroncamento da rua Marechal Deodoro (altura do prédio da antiga PUC Central).
 
 
Todo este contingente de pessoas fará o percurso a pé, ou em formação ou em veículos – serão 380 entre carros, motos e blindados – que se apresentarão em oito blocos.
 
 
O primeiro será do Exército, que desfilará em viaturas e motos, em grupamento motorizado. O segundo bloco é dos militares que desfilam em formação e três escolas militares. O terceiro é das entidades, seguido do quarto, que trará o bloco das Nações, com a participação das embaixadas do Japão, China mais a cidade de Wushu, Líbano, Itália, Reino Unido e França. Neste bloco, haverá, pela primeira vez, a participação do setor de agronegócio, com o desfile de três tratores.
 
 
Em seguida, as escolas particulares e as municipais participarão com alunos dos Centros de Educação Infantil que estarão em seis trenzinhos. Depois, desfilam a Federação dos Moto Clubes do Estado de São Paulo, Fusca, Clube do Puma e Família Absoluto. O Lar dos Velhinhos desfilará com o Clube do Fordinho e haverá os Fã Clube Star Wars, Olho de Tigre e outras participações.
 
 
Após o desfile de 7 de Setembro, será realizado o Grito dos Excluídos.

Imagem e informações: Prefeitura de Campinas
Comentários via Facebook