Hortolândia prorroga campanhas de Multivacinação e de vacinação contra Poliomielite

Imunizações para crianças e adolescentes são realizadas nas UBSs

Famílias e responsáveis por crianças e adolescentes ganham mais tempo para proteger a saúde dos seus menores de idade. A Prefeitura de Hortolândia prorroga as campanhas de Multivacinação e de vacinação contra a Poliomielite até o dia 30 deste mês. O município adota a medida conforme a determinação do Ministério da Saúde em razão do baixo índice de vacinação registrado em âmbito nacional nas duas campanhas deste ano.

As vacinações são realizadas nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), das 8h às 15h30. A Prefeitura reforça a orientação que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro das unidades durante as vacinações.

É necessário levar a carteira de vacinação, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e/ou CNS (Cartão Nacional de Saúde) da criança ou do adolescente. 

Poliomielite

A Secretaria de Saúde salienta que no município a adesão à campanha de vacinação contra a Poliomielite está baixa. A campanha é para crianças de 1 a 4 anos. A meta é imunizar 95% ou mais do público-alvo. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, até o momento o município aplicou 3.788 doses da vacina (confira cobertura vacinal abaixo).

A coordenadora do programa de imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, explica que crianças que já tenham recebido as três doses da VIP (vacina inativada Poliomielite), que é aplicada com seringa, podem ser vacinadas na campanha com a VOP (vacina oral Poliomielite), que é a vacina em gotas. 

As crianças devem receber as doses da VIP com dois meses (1ª dose), quatro meses (2ª dose) e seis meses (3ª dose). Caso a criança estiver em falta com alguma das doses da VIP, deve completar a imunização da VIP para poder receber a VOP. 

A coordenadora Ana Paula Fernandes reforça a importância das crianças serem imunizadas contra a Poliomielite. “Caso a criança não seja vacinada, ela corre o risco de contrair a doença. O principal sintoma é a paralisia dos membros inferiores, ou paralisia flácida”, alerta Ana Paula. 

Por causa das campanhas massivas de vacinação contra a Poliomielite realizadas nas décadas anteriores, o Brasil não tem nenhum caso da doença desde 1989, por isso a doença foi considerada erradicada. No entanto, nos últimos anos foram registrados surtos da doença em alguns países.

Cobertura vacinal da campanha de imunização contra a Poliomielite:

Idade

Doses aplicadas

 

1 ano (população estimada: 2.832)

993

 

2 anos (população estimada: 3.272)

838

 

3 anos (população estimada: 3.286)

944

 

4 anos (população estimada: 3.254)

1.013

 

Total público-alvo: 12.644

(estimativa do Ministério da Saúde)

Total doses aplicadas: 3.788

Cobertura vacinal: 29%

Multivacinação

A campanha de multivacinação é para atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes de 0 a menos de 15 anos de idade, de acordo com o calendário do PNI (Programa Nacional de Imunizações). 

Portanto, a Secretaria de Saúde reforça a importância de famílias e responsáveis levarem crianças e adolescentes para serem imunizados contra várias doenças, como Tuberculose, Hepatite, Tétano, Difteria, Meningite, Febre Amarela, Sarampo, Rubéola, Caxumba, Catapora, dentre outras. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, crianças de 0 a 4 anos devem receber 14 vacinas diferentes. Já crianças e adolescentes de 5 a 14 anos devem receber 17 vacinas (confira os quadros abaixo).

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, o governo do Estado recomendou antecipar o intervalo das vacinas para o período mínimo de intervalo de cada imunizante para crianças e adolescentes que estejam com as vacinas em atraso. 

Na campanha deste ano, o governo estadual autorizou que adolescentes de 13 e 14 anos podem receber a vacina Meningocócica C, desde que não tenham recebido o imunizante com 11 ou 12 anos.

Cobertura vacinal da campanha de Multivacinação:

Idade

Crianças que compareceram

Crianças vacinadas

Cobertura vacinal

Menos de 1 ano de idade

2.246

1.916

85%

5 a 14 anos

1.491

878

58%

Vacinas que crianças de 0 a 4 anos devem receber:

BCG

Hepatite B

VIP (vacina inativada Poliomielite)

Pentavalente

Rotavírus

Pneumocócica 10 Valente

Meningocócica C

Febre amarela

SCR (Sarampo / Caxumba / Rubéola)

Varicela

VOP (vacina oral Poliomielite)

DTP

Hepatite A

Influenza

Vacinas que crianças e adolescentes de 5 a 14 anos devem receber:

HPV

Antitetânica

Meningocócica ACWY

Influenza

Comentários via Facebook