Campinas derruba obrigatoriedade do uso de máscara no transporte

A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas anunciou o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em terminais e veículos dos transportes público e privado. A nova regra passa a valer a partir desta sexta-feira, 9 de setembro.
 
 
No entanto, está mantida a recomendação para que pessoas com comorbidades, idosas, imunossuprimidas e gestantes mantenham o uso da proteção. O decreto será publicado no Diário Oficial do Município nos próximos dias.
 
 
A obrigação do uso de máscaras foi determinada em Campinas no início da pandemia de covid, em maio de 2020.
 
 
A flexibilização ocorre após análise da situação epidemiológica da covid-19 e demais doenças respiratórias, que estão em tendência de queda.
 
 
A obrigatoriedade do uso de máscaras fica mantida em todos os serviços de saúde, por funcionários e visitantes de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e também por pessoas suspeitas ou confirmadas de doenças respiratórias transmissíveis, seja em ambientes abertos ou fechados.
 
 
Assim como o uso da máscara, é imprescindível que a população complete o seu ciclo vacinal contra o novo coronavírus, tanto para o primeiro ciclo quanto para as doses adicionais. As vacinas são aplicadas em 66 Centros de Saúde da cidade sem necessidade de agendamento prévio.

Imagem e informações: Divulgação/Prefeitura Municipal de Campinas
Comentários via Facebook