Morte do ganhador da Mega-Sena: polícia avança nas investigações

A Polícia Civil confirmou na manhã desta quinta-feira (15) que a morte de Jonas Lucas Alves Dias, de 55 anos, foi causada pelo prêmio de R$ 47,1 milhões da Mega-Sena que havia ganhado em setembro de 2020. O homem foi encontrado próximo a Rodovia Dos Bandeirantes, em Hortolândia, com sinais de espancamento na madrugada desta quarta-feira (14).

A vítima na mesma residência desde antes de ganhar o prêmio, em Hortolândia, e saiu de casa na manhã desta terça-feira (13) para caminhar e não voltou. Ele foi sequestrado pelos criminosos que fizeram retiradas da conta por PIX e transferências bancárias no valor de R$ 20 mil, além disso, houve diversas tentativas de sacar R$ 3 milhões da conta da vítima.

A investigação trabalha para identificar os autores do crime, até o momento não há nenhum suspeito. A polícia informou ainda por coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (15), que tem imagens de câmeras de segurança que flagraram os criminosos andando com a vítima no carro e abandonando o Jonas na altura do km 104 da rodovia, próximo à alça de acesso à SP-101. As imagens ainda não foram divulgadas e serão analisadas pela polícia.

Comentários via Facebook