Pastor Adventista morto após ser baleado na cabeça deixa mensagem de despedida emocionante

A morte do pastor Levi Araújo de Sousa, de 35 anos, é um marco muito triste para a cidade de Hortolândia e toda a comunidade Adventista. Após o anúncio oficial, de sua morte, na tarde desta terça-feira, dia 13 de dezembro de 2022, muito se foi falado sobre uma última mensagem que ele teria deixado no grupo de WhatsApp da Igreja da Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo). 

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Levi se despedia de Hortolândia, onde viveu um ministério de 4 anos, para assumir o controle de um outro distrito pastoral, no entanto, após a tragédia pessoas próximas ao pastor tomaram essa mensagem como a “despedida dele desse plano”, afirmou um dos membros da igreja ao compartilhar. 

Leia mais: Pastor da Igreja Adventista é baleado na cabeça durante tentativa de assalto em Hortolândia

Leia mais: Pastor adventista baleado em assalto estava mudando de cidade para assumir outro distrito pastoral

Leia mais: Morre pastor adventista atingido por tiro na cabeça em tentativa de assalto em Hortolândia

Confira na íntegra a mensagem deixada pelo pastor e recebida de forma exclusiva pela reportagem da Tv Hortolândia:

“Que Deus ilumine nossos olhos, para que enxerguemos muito mais além que as dores que possam ferir a nossa alma, que enxerguemos os propósitos de Deus em nossas vidas, para que possamos compreender que a vida é uma missão, pois quando chegar a hora da despedida, a viagem de ida é precisa e inevitável, pois onde Deus está, lá estaremos nós, portanto estaremos bem onde Deus quer.

A vocês deixo metade do meu coração e minha sincera gratidão por tudo que vivemos aqui!!

Continuaremos orando por vocês todos os dias 🙏❣️

E não esqueçam temos um encontro marcado na eternidade meus Jovens!!”

No último sábado, dia 10 de dezembro, o pastor teria realizado uma despedida junto aos membros da igreja para finalizar o ciclo, e nos próximos dias mudaria para Itapeva (SP).

Na madrugada desta terça-feira, dia 13 de dezembro, quatro dias após o evento de despedida, um bandido invadiu sua casa e após reagir e entrar em luta corporal com o criminoso, a vítima teria sido atingida por um tiro na região da cabeça. 

O criminoso fugiu, no entanto, acabou sendo capturado pela Polícia Militar (PM) e segue à disposição da Justiça. 

O pastor foi encaminhado ao Hospital Municipal de Sumaré, onde ficou em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas às 16h32, não resistiu aos ferimentos e teve sua morte confirmada.  

Da redação, Fernanda Renatè

 

 

Comentários via Facebook