Jornalista é atacado no Catar após ter bandeira do estado confundida com LGBTQIAP+; Veja vídeo

O jornalista Victor Pereira postou em rede social nesta terça-feira um desabafo após ter sido abordado por pessoas que se identificaram como policiais, no Catar. O motivo foi que confundiram a bandeira do estado de Pernambuco com a da causa LGBTQIAP+, símbolo proibido no país do Oriente Médio.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Segundo Victor, seu celular foi tomado após começar a filmar a abordagem feita a voluntárias que estavam com ele, por conta da bandeira. O jornalista precisou apagar o vídeo para receber o aparelho de volta, mas outras pessoas ao redor também fizeram filmagens.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

“Pessoal, estou nervoso aqui. Estou tremendo, de fato, porque a gente estava com a bandeira de Pernambuco. Estou aqui com alguns voluntários. Fui atacado por alguns integrantes aqui do Catar e policiais. Eles vieram pra cima das meninas achando que era uma bandeira LGBT, mas na verdade é apenas a bandeira de Pernambuco.”

– Fui filmar e eles pegaram meu telefone e só devolveram me obrigando a deletar o vídeo que eu fiz. Só consegui meu celular de volta porque deletei o vídeo que eu fiz. Isso é um absurdo porque a gente tem a autorização da Fifa para filmar tudo no estádio – acrescentou Victor, que mostrou credencial para cobertura da Copa.

Ainda de acordo com o jornalista, a bandeira de Pernambuco foi jogada no chão e pisoteada. Victor afirmou que a situação foi amenizada após a chegada de outras pessoas ao local.

“Chegaram a pegar a bandeira de Pernambuco, jogaram no chão e pisaram. Quando algumas pessoas intervieram e amenizaram a situação.”

O também jornalista Kelvin Maciel, que estava com o mesmo grupo de pessoas, disse que a bandeira acabou devolvida após a confusão:

– Não permitimos que tomassem nossa bandeira. Está aqui com a gente, conseguimos recuperar. Mas foi uma situação de muito constrangimento.

O país sede da Copa tem problemas relacionados aos direitos humanos, como no caso dos trabalhadores migrantes e da postura sobre os direitos das mulheres e de pessoas LGBTQIA+. O Código Penal do Catar, por exemplo, proíbe a homossexualidade.

Veja vídeo

Polícia Federal cumpre mandado em Campinas contra fraudes bancárias

Polícia Federal de Campinas cumpriu um mandado de busca e apreensão na região do Alphaville, na manhã desta quarta-feira, como parte da Operação Metaverso, iniciada pela Polícia Federal de Rondônia. 

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

A investigação é contra fraudes bancárias eletrônicas. Um total de R$ 18 milhões teriam sido desviados para contas de empresas e pessoas físicas para compra de criptomoedas com corretoras de outros países, para que a rastreabilidade fosse dificultada.

Essa quantia foi desviada de duas empresas, a partir do sistema bancário de uma instituição que fica em Porto Velho, capital de Rondônia. A fraude era tão bem organizada que a quadrilha conseguia acessar contas bancárias de outras empresas e transferia o dinheiro para outros Estados. 

A Polícia Federal conseguiu identificar 30 pessoas físicas e jurídicas envolvidas na fraude, sendo que diversas empresas foram abertas apenas para receber o dinheiro do desvio. Depois, eram fechadas.

Em Campinas, foram apreendidos equipamentos digitais na casa do bairro Alphaville.

Os investigados vão responder por furto qualificado mediante fraude, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas somadas podem ultrapassar 20 anos de reclusão.

Direto da redação, Tv Hortolândia com informações CBN Campinas

Atual vice-campeã, Croácia fica no empate com Marrocos

Em sua estreia na Copa do Mundo, a atual vice-campeã Croácia ficou no empate em 0 a 0 com o Marrocos, nesta quarta-feira, no Al Bayt, pelo Grupo F. A partida foi escassa de criatividade e chances de gols para os dois lados. Sob liderança de Modric, a equipe croata não conseguiu impor seu futebol diante da forte defesa do Marrocos, que também não fez questão de ter presença no ataque.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Faltou criatividade

A Croácia entrou no jogo com a proposta de manter a posse de bola, trocando muitos passes curtos e buscando infiltrações. Por um momento, foi soberana, mas sem criar jogadas de perigo. Aos poucos, o time marroquinho foi entrando na partida, apertou a marcação e dificultou bastante o jogo do time de Modric. Assim, a partida ficou muito amarrada, com poucas chances de gol para as duas equipes. O lance de mais perigo da partida ocorreu no finalzinho, quando Sosa cruzou para Vlasic na área do Marrocos. O meia desviou para o gol e Bono fez grande defesa.

No segundo tempo, a falta de iniciativa piorou. A seleção do Marrocos adotou uma postura ainda mais defensiva, com pouquíssimas aventuras ao ataque. A Croácia, por sua vez, não conseguia acelerar a troca de passes de modo que pudesse surpreender os rivais, também não havia quem tentasse jogadas individuais para desmontar a defesa. Lovren quase abriu o placar ao receber uma sobra em bola parada, mas conforme a partida ia se aproximando do fim, as chances eram cada vez mais escassas. A seleção do Marrocos dobrou a aposta e passou a segurar o jogo, até o árbitro, enfim, apitar o fim da partida.

Força Tática prende dupla em desmanche de carros roubados em Hortolândia

Uma equipe da Força Tática prendeu dois homens que praticavam o crime de desmanche ilegal de veículos. O fato ocorreu no final da manhã desta terça-feira (22.01), no Jardim Amanda em Hortolândia. 

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a equipe policial realizava rondas ostensivas pela região, momento em que teria recebido a informação de que havia uma residência sendo utilizada como oficina de desmanche de carros frutos de roubos. 

Ao chegar no local, os policiais visualizaram duas carcaças e três suspeitos, que ao notarem a aproximação da viatura, empreenderam fuga, no entanto, dois acabaram detidos. 

Um deles confessou que teria sido contratado para realizar o desmanche do carro Palio de cor branca, fruto de furto e de uma Eco Sport preta, que seria produto do “golpe do seguro”. 

O suspeito ainda teria apontado um terceiro envolvido, que seria o dono do veículo Eco Sport, que teria praticado o crime de estelionato, no entanto, o rapaz acabou negando o crime. 

Os suspeitos foram encaminhados à delegacia da Polícia Judiciária Civil (PJC), onde seguem à disposição da justiça e devem responder pelo crime de receptação. 

O caso é investigado.

 

Da redação, Fernanda Renatè

Foragido da Justiça é preso e outro “se entrega” no Fórum de Hortolândia

Dois homens, que eram foragidos da justiça, foram presos nesta segunda-feira (22.01), em Hortolândia. Um recebeu voz de prisão por uma equipe policial que realizava rondas ostensivas e outro acabou se entregando” no Fórum da cidade.  

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

De acordo com o boletim de ocorrência, na tarde de ontem, um deles caminhava pela Avenida Brasil, quando uma guarnição que fazia patrulhamento na região, resolveu realizar a abordagem. 

Nada de ilícito foi encontrado com ele, no entanto, em pesquisa via Copom foi constatado um mandado de prisão em seu desfavor.

O rapaz foi conduzido ao plantão de Polícia Judiciária de Hortolândia, onde permaneceu à disposição da justiça.

O outro homem, ainda de acordo com informações do boletim de ocorrência, após tomar ciência sobre um mandado de prisão em seu desfavor, se apresentou espontaneamente no Fórum da cidade.

Ele foi conduzido ao Plantão Policial, onde permaneceu à disposição da justiça.

Outro caso

Um outro homem, procurou uma base da Polícia Militar (PM), no centro de Monte Mor, para saber sobre sua situação junto à Justiça.

Após consulta via Copom, os policiais constataram um mandado de prisão em desfavor dele. 

O rapaz recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão da Polícia Judiciária Civil (PJC) da cidade, onde permaneceu à disposição da justiça.

 

Da redação, Fernanda Renatè

 



 

Covid-19: Brasil registra 13 mortes e 7,7 mil casos em 24h

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 7.714 novos casos de covid-19 na últimas 24 horas em todo o país. De acordo com os órgãos, foram confirmadas também 13 mortes por complicações associadas à doença no mesmo período.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste sábado (19), com exceção das informações de 11 estados e o Distrito Federal, que não foram atualizadas pelos respectivos governos estaduais, segundo a própria pasta federal, que sistematiza os registros.

Com as novas informações, o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia já soma 35.007.209.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 161.633. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Com os números de hoje, o total de óbitos alcançou 688.920, desde o início da pandemia. Ainda há 3.181 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Até agora, 34.156.656 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 97,5% dos infectados desde o início da pandemia.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais de Saúde. Às terças-feiras, o quantitativo, em geral, é maior pela atualização dos casos acumulados nos fins de semana.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (175.941), Rio de Janeiro (75.944), Minas Gerais (63.908), Paraná (45.465) e Rio Grande do Sul (41.232).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.029), Amapá (2.165), Roraima (2.175), Tocantins (4.208) e Sergipe (6.444).

Da redação, Tv Hortolândia com informações da Agência Brasil

Funcionária de Centro Médico é agredida após cobrar uso de máscara de paciente em Campinas

Uma confusão por causa do uso de máscaras suspendeu o atendimento no Centro de Saúde do Campo Belo, em Campinas, na manhã desta terça-feira (22.11). 

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

De acordo com informações, uma mulher chegou na unidade sem o equipamento de proteção, que é obrigatório em qualquer ambiente médico e hospitalar da cidade.

Uma das funcionárias, teria então questionado a paciente, momento em que começou uma discussão.

A mulher, então, teria pego a mesa onde a servidora estava e virou em cima dela. Apesar da confusão, ninguém ficou ferido.

A Guarda Municipal foi acionada para garantir a segurança.

Segundo apurado pelo portal Tv Hortolândia, os funcionários da unidade estão revoltados com a situação e só vão atender gestantes e casos considerados mais urgentes.

As mulheres envolvidas na confusão, foram encaminhadas a delegacia onde será confeccionado um boletim de ocorrência. 

Brasil registra 13 mortes e 7,7 mil casos nas últimas 24 horas

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 7.714 novos casos de covid-19 na últimas 24 horas em todo o país. De acordo com os órgãos, foram confirmadas também 13 mortes por complicações associadas à doença no mesmo período.

Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste sábado (19), com exceção das informações de 11 estados e o Distrito Federal, que não foram atualizadas pelos respectivos governos estaduais, segundo a própria pasta federal, que sistematiza os registros.

Com as novas informações, o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia já soma 35.007.209.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 161.633. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Com os números de hoje, o total de óbitos alcançou 688.920, desde o início da pandemia. Ainda há 3.181 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Até agora, 34.156.656 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 97,5% dos infectados desde o início da pandemia.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais de Saúde. Às terças-feiras, o quantitativo, em geral, é maior pela atualização dos casos acumulados nos fins de semana.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (175.941), Rio de Janeiro (75.944), Minas Gerais (63.908), Paraná (45.465) e Rio Grande do Sul (41.232).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.029), Amapá (2.165), Roraima (2.175), Tocantins (4.208) e Sergipe (6.444).

Vacinação mais acelerada poderia ter evitado a morte de 47 mil idosos em 2021

A morte de 47 mil idosos por Covid-19 e 104 mil hospitalizações pela doença poderiam ter sido evitadas caso a vacinação no Brasil tivesse começado mais cedo e em um ritmo mais acelerado, segundo estimativa feita pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e parceiros. O estudo foi publicado nesta segunda-feira (21) na revista científica “The Lancet Regional Health Americas”.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Os pesquisadores fizeram uma análise estatística para dimensionar, em números, o papel da vacinação em massa contra a Covid-19 no Brasil nos primeiros oito meses da campanha.

O estudo indicou que as vacinas salvaram de 54 mil a 63 mil vidas de idosos com 60 anos ou mais de janeiro a agosto de 2021. Neste mesmo período, a imunização também evitou de 158 mil a 178 mil internações de idosos.

Os pesquisadores construíram outros dois cenários para dimensionar quantas vidas poderiam ter sido salvas e quantas hospitalizações poderiam ter sido evitadas caso a vacinação em massa contra a Covid-19 tivesse caminhado em um ritmo mais rápido, como aconteceu após dois meses do início da aplicação das doses no Brasil, em 17 de janeiro de 2021.

Por conta da escassez de vacinas, a imunização foi ganhando corpo aos poucos ao longo do ano passado. Idosos e profissionais de saúde foram os primeiros a tomar a vacina contra a Covid por serem de grupos vulneráveis.

Responsável pela compra das vacinas, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) foi acusado de tentar retardar a vacinação no País ao recusar ofertas de compra de doses ainda em 2020, além de insistir em um discurso antivacina.

O pico de aplicação de 250 mil doses por dia foi atingido entre fevereiro e março. Entre abril e maio, foram alcançadas 500 mil doses diárias. O ritmo de 1 milhão de doses por dia aplicadas só foi alcançado em junho de 2021, mostrou o estudo.

Se esse cenário tivesse sido diferente, com uma oferta de doses maior logo no início da campanha, em janeiro, o número de mortes de idosos poderia ter sido de 40% a 50% menor no período.

“Isso mostra o quanto as vacinas são e foram fundamentais no enfrentamento da pandemia da Covid-19 e como elas poderiam ter feito ainda mais em benefício da saúde pública da população brasileira se a gente pudesse ter tido um ritmo de vacinação e uma oferta maior de vacinas desde o começo”, disse o pesquisador da Fiocruz, Marcelo Gomes.
Na vacinação, o Brasil saiu atrás de países da Europa e dos Estados Unidos, que iniciaram a aplicação das doses ainda no primeiro ano de pandemia, em dezembro de 2020.

Fizeram parte do estudo também pesquisadores do Observatório Covid-19 BR, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade de São Paulo (USP).

Mulher leva soco na cara por não deixar marido usar seu carro para comprar drogas

Uma mulher acabou sendo agredida pelo próprio companheiro após negar emprestar seu carro para ele comprar drogas. O fato ocorreu na noite da última sexta-feira (18.11), no Parque Emília em Sumaré.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atendimento de uma situação de violência doméstica. 

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

Ao chegar no local em conversa com os agentes, a vítima relatou que o marido queria sair com seu veículo para buscar drogas, e quando ela disse não, acabou levando um soco na região do rosto.

Além disso, a mulher ainda teria afirmado que o homem que queria o carro para comprar drogas, e na ocasião, na boca de fumo, também procuraria os “irmãos” do crime para matá-la. 

O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia da Polícia Judiciária Civil (PJC) e o caso será investigado.

 

Dupla é presa no Parque São Jorge com carro que foi roubado em Jundiaí

Dois homens foram presos na noite da última sexta-feira (18.11), momento em que foram abordados pela Polícia Militar (PM), em um veículo que era produto de roubo. O fato ocorreu no Parque São Jorge em Hortolândia.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar, em patrulhamento pela região avistou o veículo modelo Fiat Palio com dois homens no interior. 

Eles foram abordados e através da pesquisa via Copom, a polícia averiguou que o carro se tratava de um produto de roubo ocorrido em Jundiaí. 

A dupla recebeu voz de prisão.