Adolescentes realizam arrastão em porta de escola de Campinas

Adolescentes fazem arrastão na entrada de escola em Campinas

Imagens das câmeras de segurança capturaram uma cena de pânico na Avenida Tancredo Neves, após um assalto em que estudantes que retornavam para casa foram vítimas na noite anterior (5) em Campinas. Um grupo de 10 menores abordou pelo menos cinco adolescentes, roubando seus celulares, relógios e correntes.

– FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba informações em tempo real (clique aqui)

 

Sete adolescentes, com idades entre 13 e 16 anos, foram detidos sob suspeita de envolvimento no crime. De acordo com a polícia, as vítimas estavam saindo da Escola Estadual Professora Maria Julieta de Godói Cartezani por volta das 21h20. O assalto ocorreu próximo à Praça de Esportes Tancredo Neves, no Jardim Maria Eugênia.

As imagens das câmeras de segurança retratam a agitação que se seguiu ao assalto. Dois jovens são vistos correndo, seguidos por um segundo grupo que tentava escapar de algo.

O boletim de ocorrência indica que pelo menos cinco estudantes foram abordados por cerca de 10 criminosos, que levaram seus celulares, anéis e correntes. Após o roubo, as vítimas encontraram uma equipe da Polícia Militar em patrulha e denunciaram o incidente.

Segundo relatos das vítimas à Polícia Militar, os criminosos simularam estar armados, e um deles chegou a agredir uma das vítimas com um soco no peito, uma menina. Apesar do susto, nenhum dos estudantes ficou ferido.

A Escola Estadual Professora Maria Julieta de Godói Cartezani atende aproximadamente 150 adolescentes durante o período noturno.

Os policiais conseguiram localizar e deter três dos jovens infratores, que estavam fugindo em direção a um terreno. Durante os interrogatórios, um deles indicou uma residência onde o restante do grupo estaria escondido. No local, outros três menores foram apreendidos, e o sétimo foi encontrado por uma equipe em uma via pública.

Apesar da abordagem, nenhum dos objetos roubados foi recuperado, e o grupo alegou que os “itens foram repassados para outros comparsas”, que ainda não foram localizados.

As vítimas identificaram os menores como autores do crime. O incidente foi registrado como ato infracional de roubo na 2ª Delegacia Seccional de Campinas, e os sete menores detidos ficaram à disposição da Justiça.

Direto da Redação

Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA

Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Reprodução/Câmeras de Segurança




Comentários via Facebook
Compartilhe com um amigo: