Homem é preso em flagrante durante operação contra pedofilia em Campinas

Na manhã de hoje (10), equipes do Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) cumpriram mandados em Campinas em uma operação contra a pornografia infantil na cidade.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nos bairros Chácara Primavera e Jardim Londres, onde um homem foi preso em flagrante com 191 arquivos contendo conteúdo de exposição infantil. O suspeito foi encaminhado ao 2º Distrito Policial onde permanece detido.

De acordo com a Polícia Civil, mais de 74 mil endereços de ip foram analisados para chegar aos suspeitos. A operação “Debug” está sendo realizada em diversas cidades no estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Divulgação/Ministério da Justiça

Operação é deflagrada em 14 estados e prende suposto pedófilo em Campinas

A 5ª fase da Operação Luz na Infância foi deflagrada na manhã de hoje (4) em 14 estados e no Distrito Federal, além de seis países. As ações coordenadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública contam com a participação da Polícia Federal e das Polícias Civis e agentes da lei dos países envolvidos.

Desde as primeiras horas da manhã, os policiais cumprem 105 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes. A operação está sendo acompanhada pelo Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.

No Brasil, as ações policiais ocorrem nos seguintes estados: Amazonas, Amapá, Alagoas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal. Ao todo, 656 pessoas, entre policiais e agentes da lei, estão envolvidos no trabalho de investigação.

Operação contra pedofilia prende um em Campinas

Em Campinas, os policiais civis, prenderam um microempresário de 49 anos, suspeito de pedofilia. A operação foi comandada pelo Deinter-2 e envolveu policiais das delegacias de Antissequestro e de Defesa da Mulher.

Direto da Redação
IVAN ARAUJO
TV HORTOLÂNDIA